Semana CURITIBA Inclusiva

Conectando projetos e pessoas em prol de cidades mais seguras

PROGRAMAÇÃO OFICIAL

Abertura| Inclusão urbana: um cenário que você (ainda) não viu

Num cenário onde nossas cidades e nossa política são predominantemente masculinos, vamos começar nossas conversas sobre inclusão urbana de um jeito diferente do que estamos acostumados: com um palco unicamente feminino. Palestrantes renomadas do cenário curitibano, atuantes em diversas áreas da cidade, nos ajudarão a compreender suas visões sobre o futuro da inclusão urbana na capital paranaense. Não dá pra perder né?

Local: UTFPR Centro | Grande Auditório (Avenida Sete de Setembro 3165 – Rebouças)

19:00 – 21:00

– acessibilidade na cidade: quão longe estamos do ideal?

Quando falamos de inclusão, precisamos começar garantindo que a cidade, em especial, seja acessível para todos aqueles que dela usufruem. Nesta Mesa Redonda, discutiremos quão longe estamos do ideal de acessibilidade urbana e o que precisamos fazer para mudar este cenário. Venha compartilhar conosco!
 

Local: UTFPR Centro | Grande Auditório (Avenida Sete de Setembro 3165 – Rebouças)

10:00 – 12:00

– Cidade para crianças: porque a cidade não acolhe o futuro?
Ao pensarmos em uma cidade para todas e todos, muitas vezes deixamos de considerar aqueles que são os próximos usuários da nossa infraestrutura urbana: as crianças. Quanto mais crescem nossas cidades, mais distantes e, consequentemente, perigosas elas se tornam para as crianças. Porque nossas cidades não acolhem o futuro?
 

Local: Esc. Escola de Escrita (R. Jacarezinho, 734, Mercês)

16:30 – 18:30

– Conversas cidadãs: Governança inclusiva e Participação Cidadã
Não dá pra pensar em inclusão e não pensar em estratégias de participação cidadã nas esferas de governança. Qual o papel do poder público e da sociedade civil em garantir engajamento de várias esferas e camadas da população? O que é a participação cidadã de fato? Como fazer dela inclusiva e eficiente?
 

Local: *A confirmar*

19:00 – 21:00

– Vulnerabilidade e Inclusão urbana da população trans
Inclusão urbana é garantir esforço para que todos os recortes populacionais sejam ouvidos e se sintam incluídos e seguros em nossos espaços urbanos. Nesta Mesa Redonda trabalharemos a inclusão urbana sob a ótica da população trans, como superar barreiras de preconceito e mudar estatísticas visando criar um cenário mais positivo e seguro.
 

Local: *A confirmar*

10:00 – 12:00

– Acessibilidade alimentar: agricultura urbana, restrições e insegurança alimentar
A acessibilidade visando a inclusão também permeia as relações entre campo e cidade, bem como a relação entre os indivíduos e sua alimentação, restrições alimentares, a cadeia produtiva do alimento e a insegurança alimentar. Nesse bate papo muito rico, esperamos trabalhar a forma que nos relacionamos com nosso alimento e essa integração com a cidade.
 

Local: Veg Veg (Rua Visconde de Nácar, 655 – São Francisco)

16:30 – 18:30

– O indivíduo e a sustentabilidade urbana: qual o nosso papel?
Qual a nossa relação com o meio ambiente e a cidade a nossa volta? Como cada um de nós, indivíduos e cidadãos pode colaborar para a criação de um ambiente urbano mais sustentável e inclusivo?
 

Local: *A confirmar*

19:00 – 21:00

– Vida nas ruas: invisibilidade, dinâmicas e acesso à cidade
O que é inclusão urbana para quem compartilha sua vida nas ruas? Quais dinâmicas interferem no acesso (justo) à cidade para pessoas em situação de rua? Como buscar inclusão em um ambiente normalmente excludente? Como a invisibilidade interfere no acesso à cidade e à infraestrutura pública?
 

Local: *A confirmar*

10:00 – 12:00

– Lixo ou resíduo? A realidade da situação do descarte de resíduos
Inclusão Urbana também é Meio Ambiente! Falar do descarte de resíduos é vital para compreendermos nossa relação com a cidade e nossa produção do que erroneamente chamamos de lixo. Esta conversa vai nos trazer novas visões sobre as soluções da inclusão urbana relacionada aos resíduos. Você está preparado para abrir sua cabeça? Vem conosco!
 

Local: *A confirmar*

16:30 – 18:30

– Segurança urbana e gênero: cidade para quem?
Discutir gênero é o motivo que começamos com a ideia da Semana Curitiba Inclusiva. Precisamos discutir as inseguranças que temos com relação aos espaços urbanos, a exclusão de muitos grupos das tomadas de decisão e interferência direta na segurança urbana da falta de mulheres na cidade. Para quem e por quem nossas cidades são feitas?
 

Local: ParkShopping Barigui (Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza 600, Mossunguê) – Sala a confirmar

19:00 – 21:00

– Representatividade na política: quais os impactos e barreiras?
Tratar de inclusão urbana é também tratar de inclusão política. Como a diversidade nas mesas de tomada de decisão pode influenciar em nossa vida urbana?
 

Local: *A confirmar*

10:00 – 12:00

– Sistemas de mobilidade inclusivos: o mito da cidade modelo
Acesso à cidade e inclusão relacionada à mobilidade – como endereçar um acesso à mobilidade urbana realmente inclusivo? Quais são os mitos que circundam hoje nossa capital e criam a ilusão da cidade modelo?

Local: Praça de Bolso do Ciclista (R. São Francisco – Centro)

16:30 – 18:30

– Opressão policial e raça: impactos da inclusão urbana da população negra
Falar de inclusão é falar de raça, gênero, orientação sexual, acesso à cidade. Falar de inclusão urbana é falar da nossa relação direta com o Estado, com a governança e com o poder público. A relação direta entre o povo e os representantes do coletivo. E quando esta relação entra em conflito e deixa de ser igualitária para todas as camadas da população? Nesta mesa vamos tratar sobre a relação entre opressão policial e raça, e os impactos dessa relação na inclusão da população negra na cidade.
 

Local: *A confirmar*

19:00 – 21:00

– Cidade informal: comunidades periféricas e acesso à cidade
Cidade informal: comunidades periféricas e acesso à cidade
Inclusão urbana é também inclusão geográfica, de acesso à infraestrutura urbana, do direito à moradia, direito à saneamento básico, infraestrutura de saúde e educação. A “cidade informal” tem muita vitalidade, muita disposição, muita criatividade, muito trabalho e luta. Quais os caminhos para atingirmos um patamar de inclusão urbana real e formal? Quais passos devemos seguir como sociedade para garantir que todos sejam incluídos no desenvolvimento seguro da cidade?
 

Local: Tenda da Comunidade Dona Cida (Ponto de Encontro: Estrada Velha do Barigui, 3239)

10:00 – 12:00

 

– Encerramento

SURPRESA!

Local: Praça Rui Barbosa 

 

PALESTRANTES

PARCEIROS